Pesquisar este blog

sexta-feira, 22 de fevereiro de 2013

Estudos em Apocalipse - Aula 17



Apocalipse 5:1-14

1.      Então vi na mão direita daquele que está assentado no trono um livro em forma de rolo escrito de ambos os lados e selado com sete selos.

2.      Vi um anjo poderoso, proclamando em alta voz: "Quem é digno de romper os selos e de abrir o livro? "

3.      Mas não havia ninguém, nem no céu nem na terra nem debaixo da terra, que podia abrir o livro, ou sequer olhar para ele.

4.      Eu chorava muito, porque não se encontrou ninguém que fosse digno de abrir o livro e de olhar para ele.

5.      Então um dos anciãos me disse: "Não chore! Eis que o Leão da tribo de Judá, a Raiz de Davi, venceu para abrir o livro e os seus sete selos".

6.      Então vi um Cordeiro, que parecia ter estado morto, de pé, no centro do trono, cercado pelos quatro seres viventes e pelos anciãos. Ele tinha sete chifres e sete olhos, que são os sete espíritos de Deus enviados a toda a terra.

7.      Ele se aproximou e recebeu o livro da mão direita daquele que estava assentado no trono.

8.      Ao recebê-lo, os quatro seres viventes e os vinte e quatro anciãos prostraram-se diante do Cordeiro. Cada um deles tinha uma harpa e taças de ouro cheias de incenso, que são as orações dos santos;

9.      e eles cantavam um cântico novo: "Tu és digno de receber o livro e de abrir os seus selos, pois foste morto, e com teu sangue compraste para Deus homens de toda tribo, língua, povo e nação.

10.  Tu os constituíste reino e sacerdotes para o nosso Deus, e eles reinarão sobre a terra".

11.  Então olhei e ouvi a voz de muitos anjos, milhares de milhares e milhões de milhões. Eles rodeavam o trono, bem como os seres viventes e os anciãos,

12.  e cantavam em alta voz: "Digno é o Cordeiro que foi morto de receber poder, riqueza, sabedoria, força, honra, glória e louvor! "

13.  Depois ouvi todas as criaturas existentes no céu, na terra, debaixo da terra e no mar, e tudo o que neles há, que diziam: "Àquele que está assentado no trono e ao Cordeiro sejam o louvor, a honra, a glória e o poder, para todo o sempre! "

14.  Os quatro seres viventes disseram: "Amém", e os anciãos prostraram-se e o adoraram.


Joâo vê um livro selado com sete selos na mão direita de Deus (aquele que está sentado no trono) (v1). Isso significa que Deus está no controle de todas as coisas. É Deus que está no comando. Não há outro. Muitas pessoas se desesperam por não creem que Deus está no seu trono reinando sobre tudo e todos. Não há criatura que não esteja sob o controle de Deus, inclusive Satanás e os demônios.

Isso é algo difícil de entender, e tanto crentes como descrentes questionam se Deus está realmente no comando, visto que há tanta injustiça e maldade nesse mundo. Mas, como estamos vendo no estudo de Apocalipse, Deus está realmente no comando de tudo, e tem todo o poder. Tanto é assim, que o próprio livro de Apocalipse é uma prova de que Deus sabe o que vai acontecer, inclusive como será o final. Em Isaías 46:10 diz: “Desde o início faço conhecido o fim, desde tempos remotos, o que ainda virá. Digo: Meu propósito ficará de pé, e farei tudo o que me agrada”. É uma garantia para nós, os salvos, que o bem vencerá o mal.
O que nos confunde é a conciliação do livre-arbítrio das pessoas com as pré-determinações de Deus. A Bíblia diz: “O Senhor dos Exércitos jurou: "Certamente, como planejei, assim acontecerá, e, como pensei, assim será” (Isaías 14:24). A explicação mais simples é que Deus usa o próprio livre-arbítrio do homem, com suas decisões reais e consequências, transformando o mal em bem, e dessa forma, assegurando os seus planos divinos. O exemplo mais claro disso nas Escrituras é a vida de José, filho de Jacó e Raquel, que passou por diversas dificuldades, e Deus, na sua sabedoria e graça, converteu todo aquele mal em um bem maior (Gn 37-50).

Um anjo forte pergunta se alguém é capaz de desatar os selos e abrir o livro (v.2). O livro com os sete selos, como veremos nos próximos capítulos, representam uma sequência de acontecimentos ruins previstos para acontecer. Segue-se uma busca tríplice (no céu, na terra e debaixo da terra) para ver quem é digno de abrir os selos. A busca é frustrada. Ninguém é digno de desatar os selos. Então João chora por causa disso (v.4). Às vezes, choramos como João com medo do futuro. O que vem pela frente? Como será o meu amanhã, a minha velhice? A voz ecoa no céu: Não chores! O Senhor põe um basta à nossa angústia. Ele traz a solução. Não chores. O digno procurado é agora o digno encontrado. Há alguém capaz de dirigir a história e dar sentido à vida.

Um dos anciãos diz a João que, na verdade, existe alguém digno de fazer isso. Esta pessoa aparece: Jesus Cristo. Ele é chamado de Leão da tribo de Judá. Ele é chamado de o Cordeiro. Ele é único que venceu para abrir o livro e romper os sete selos. Nenhum outro é capaz de fazer isso. Nem arcanjos, nem anjos, nem profetas, nem sua mãe, nem seus apóstolos, nem líder religioso algum.

A Bíblia diz que Jesus adquiriu para Deus, por meio do seu sangue, homens de toda tribo, língua, povo e nação. E deu o direito para todo cristão de reinar sobre a terra. Já reinamos com Cristo espiritualmente, pois estamos assentados com ele nos lugares celestiais e reinaremos com ele plenamente na sua segunda vinda (Ef 2:6). Fomos constituídos sacerdotes (Ap 1:6;5:10;20:6) - Agora temos livre acesso à presença do Pai, por intermédio de Jesus.

O Cordeiro pegou o livro da mão de Deus. Logo em seguida, os quatro seres viventes e os vinte e quatro anciãos prostram-se diante do Cordeiro, segurando harpas e taças de ouro cheias das orações do povo de Deus. Isso mostra que as orações têm valor. Elas estão colocadas em taças de ouro. As orações são representadas como incenso, que exalam um cheiro agradável para Deus (Ap 8:3-4).

Começa então um louvor a Deus e ao Cordeiro por sua maravilhosa obra de redenção. Toda a criatura no céu, na terra e debaixo da terra entoa louvores. Tanto os anjos eleitos no céu quanto os pecadores redimidos que estão no céu.

A igreja na terra não tem o que temer, não importando "de quantos juízos esteja repleto o rolo" da história humana.