Pesquisar este blog

quarta-feira, 2 de setembro de 2015

Será a morte o fim das possibilidades de salvação?

        Eu nunca concordei no meu íntimo com essa doutrina fatalista de que a morte era fim das possibilidades de salvação. Isso sempre me deixou com muita angústia, principalmente por causa dos meus parentes e amigos que faleceram sem terem ouvido sobre Cristo. E as pessoas da África? E os demais que estão morrendo enquanto escrevo esse texto?
        O que aprendi com o Cristianismo é "quem morreu, já era!” ou “Não aceitou Jesus, tá no inferno!” etc. Cansei de ouvir pastores e missionários dizerem nos púlpitos: “o povo está morrendo diariamente sem Cristo e indo pro inferno sem chance de salvação!”. Essas palavras nunca entraram em minha cabeça. Isso pra mim não tinha lógica. Bem, se Deus criou o espaço-tempo e a matéria e nos colocou dentro desse sistema cheio de limitações e complicações e, Ele (Deus) não ter o poder nem condições de resolver essas limitações naturais, então esse Deus é mais perverso do que os homens e não é o Deus do impossível como a Escritura afirma. Por causa disso fui estudar a Bíblia e tirar essa dúvida a limpo. Pois bem, quem diz isso é a religião e seus teólogos masoquistas e carrascos. Parece que esse povo tem prazer no inferno e ainda cantam para um deus que não pode salvar do próprio sistema que criou! Isso me deixava maluco! A teologia do medo é o motivador de várias religiões, especialmente o Cristianismo, Islamismo e Judaísmo. Onde está a graça nisso? Cadê o evangelho, que significa boa-notícia?
        Pois bem, a Bíblia possui versículos que dizem que o evangelho (boa-notícia) é pregado aos mortos, para que, “mesmo julgados na carne segundo os homens, vivam no espírito segundo Deus” (1Pedro 4:6), e também, que “hão de vê-lo aqueles que não tiveram notícia dele, e compreendê-lo os que nada tinham ouvido a seu respeito” (Rm 15:21). O problema é que os religiosos cruéis vão tentar violentar o texto e não aceitar o que está escrito de forma tão simples e clara. Eles preferem a teologia do pavor e do medo. Jesus disse também que no dia do Juízo haverá menos rigor para os de Sodoma e Gomorra, pois Jesus sabe quem se arrependeria caso eles tivessem visto os milagres que ele fez (Mt 11:21-24). Observe que Jesus não está preso nem ao espaço, nem ao tempo, nem a matéria!
        Deixem Deus ser Deus! Ele está fora dos sistemas! Ele pode tudo, pois Ele é Deus do impossível. Ele criou o universo e todas as Leis, e Ele pode fazer o que bem quiser com elas. Se você é um desses que ficou com raiva por que eu escrevi isso... Beijinho no ombro pra você! Eu creio em Jesus e no Deus do impossível conforme Jesus e Bíblia. Não creio nesse deus limitado pela religião e seus dogmas!
        Portanto, pregue o Evangelho, a boa notícia, com a alegria e com a certeza de que Deus estava em Cristo, se reconciliando com o mundo, não imputando aos homens seus pecados e nos encarregou dessa mensagem de reconciliação (2Corintios 5:18-19).

Lincoln Máximo Alves
Setembro/2015.